sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Eu não queria, não queria mesmo...


Estou a desmoralizar. Olho para o que tenho feito e para o que tenho por fazer e só me vem à ideia o segundo semestre do primeiro ano. A época de exames em que quase me passava da cabeça (literalmente), pois dei tudo o que podia e os resultados foram lastimáveis. Reprovei a três cadeiras, sendo que só para uma delas é que não me esforcei grande coisa. Estava tão mal psicologicamente, que fiquei muito pior ao nível de outras coisas.
Eu não queria desmoralizar, juro que não queria... Mas não sei como o fazer. É que estou cansada, pois ainda não parei, mas ao mesmo tempo ainda não estudei nada de jeito. Se reprovasse a tudo, ao menos que fosse por ter tido um semestre de vida loca, não por me matar a trabalhar e a estudar para nada.
Como não querem que me sinta burra que nem uma porta? E não adianta as pessoas a quem o digo (mãe e namorado, não vou andar a dizer isto a mais gente, que ainda pensam que é para me fazer de coitadinha) dizerem-me que não sou nada burra. Até posso não o ser, mas não é o que tem parecido...
Este semestre tive que ignorar as minhas vontades mais secretas. Houve alturas em que só queria meter-me no carro, vir para casa e congelar a matrícula durante um ano. Só pensava em vir trabalhar e pensar nos estudos para o ano que vem. Mas acho que não tinha coragem para isso... Ao contrário do que muitas pessoas julgariam, não é cobardia, é coragem assumir que não está a dar e que é melhor parar um bocadinho.
Se não o fiz, também não queria deitar tudo a perder agora, neste mês final. Mas... É tanta coisa para tão pouco tempo.

1 comentário:

Hermione disse...

Tem calma I. Tenta organizar-te, dar o teu melhor e manter a calma!